Segunda-feira - Manaus - 12 de novembro de 2018 - 18:54

MANAUS-AM

Susam demitirá 461 servidores temporários no dia 16 de abril, pode decisão do TCE

A solução será chamar aprovados no concurso de 2014

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 15 de abril - 10:44

Parte das vagas também é para substituir trabalhadores com contratos temporários expirados.

A partir do dia 16/04, 461 servidores temporários da saúde do Estado serão desligados dos quadros da Susam, por decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em consonância com o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM). 

Em virturde disso, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) irá fazer uma nova chamada de aprovados do concurso de 2014, ainda neste mês de abril. A informação é do secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato.

Esta é a segunda convocação da atual gestão da Susam, em 2018, e será destinada às unidades de saúde da capital e do interior do Estado. Parte das vagas também é para substituir trabalhadores com contratos temporários expirados.

A chamada anterior, realizada em fevereiro, também já levou em consideração esse cenário.
 
“O planejamento para a nova convocação está sendo feito conforme o orçamento do Estado e o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou Deodato.

A lista de convocados está sendo preparada pelo Departamento de Gestão de Recursos Humanos (DGRH) da Susam para ser encaminhada à Casa Civil e posterior publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Será a 7ª chamada do concurso, a segunda feita este ano.

Em fevereiro, foram chamados 428 aprovados, dos quais 49 para os quadros da Susam e 379 para as fundações de saúde. Os convocados da 6ª chamada já foram nomeados e empossados.