Quinta-feira - Manaus - 17 de outubro de 2019 - 12:10

MANAUS-AM

Shopping Phelippe Daou começa a funcionar na zona Leste de Manaus

Local abriga ex-camelôs, que foram retirados das ruas da cidade

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 11 de dezembro

TH VIDEO

Começou a funcionar neste domingo, 10/12, o Shopping Phelippe Daou, que irá abrigar aproximadamente 600 ex-camêlos, agora microempreendedores. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, deu início aos trabalhos no local, que passará a oferecer uma série de serviços públicos diariamente para atender a população da região.

Com 15 mil metros quadrados de área construída, o novo espaço tem estacionamento para mais de 300 carros, praça de alimentação com 400 lugares, além de dezenas de lojas de variedade. A estimativa é de que o shopping receba diariamente mais de duas mil pessoas.

“Estamos inaugurando esse templo do empreendedorismo, que tem o nome de um grande empreendedor da Comunicação da nossa terra, o já falecido jornalista Phelippe Daou. Esperamos que, com isso, possamos irrigar de esperança, de dinheiro, de prosperidade, na medida em que a economia brasileira vai melhorando, o comércio de uma região vital para Manaus, que é o da zona Leste”, destacou o prefeito Arthur Neto.

O funcionamento do shopping representa, especialmente, uma nova fase para 600 microempreendedores, que antes, como ex-camelôs, ocupavam as ruas do Centro da cidade. “A categoria se manteve extremamente ansiosa para a posse desses espaços. Confiamos muito no público das zonas Norte e Leste, e já temos certeza do sucesso que será o shopping. Os serviços oferecidos serão ótimos para atrair as pessoas para conhecer os bons produtos vendidos pelos microempreendedores, que estão qualificados para atender esse grande público”, declarou o representante do Sindicato do Comércio de Vendedores Ambulantes de Manaus (Sincovam), José Assis.

Antes da homenagem, local era chamado de Shopping T4

Foto: Divulgação/ Semcom

Outra novidade é a Subcentral do Cadastro Único (CadÚnico), administrada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), que irá descentralizar o atendimento para os usuários do CadÚnico e beneficiários do Programa Bolsa Família.

O CadÚnico é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda registrando informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras. Funciona como uma porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas executadas nas três esferas de governo.

O centro comercial tem o nome de Phelippe Daou em homenagem ao grande empreendedor da Comunicação na Região Amazônica, falecido em 14 de dezembro de 2016, aos 87 anos.

A homenagem póstuma nasceu de um projeto de lei apresentado pelo vereador Marcel Alexandre. Prontamente o prefeito Arthur Virgílio sancionou em reconhecimento a imensa contribuição que deu ao meio empresarial, jornalístico e comercial em toda Amazônia.

Área tem espaço para lojas e praça da alimentação