Segunda-feira - Manaus - 12 de novembro de 2018 - 18:55

MANAUS-AM

Rodoviários paralisam ônibus no Centro de Manaus

Os ônibus estão parados dentro do Terminal 1, na Constantino Nery e nas ruas principais do Centro da cidade.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 12 de julho - 16:56

Ônibus parados na Avenida Leonardo Malcher.

Foto: Reprodução

Os rodoviários paralisaram as atividades nesta quinta-feira, 12/7. Os ônibus pararam dentro do Terminal 1, localizado na Constantino Nery, e nas ruas principais do Centro da cidade, por mais de uma hora. A categoria alega que o pagamento dos salários está atrasado, bem como outros benefícios, como auxílio alimentação e plano de saúde.  A paralisação não foi informada previamente.

Em uma publicação nas redes sociais, na última quarta-feira, 11/7, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM) destaca que "todos já sabem do atraso de pagamento dos trabalhadores há oito dias". Na semana passada, o Sindicato dos Rodoviários já ameaçava entrar em greve.

Ao Portal A Crítica, o presidente do STTRM, Givancir Oliveira, a paralisação no Centro foi organizada pelos próprios trabalhadores e é considerada “de advertência”. “Estou a caminho do Centro para tentar convencê-los a voltar ao trabalho. Foi um movimento dos próprios trabalhadores que estão revoltados com essa situação dos salários”, disse Oliveira.

Os usuários do transporte coletivo foram surpreendidos com a paralisação e tiveram que seguir o caminho à pé. O trânsito nas proximidades do T1 ficou comprometido por conta da manifestação dos rodoviários.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram) informou por meio de nota  que as empresas já pagaram 50% do salário nesta quinta-feira, 12/7, e está negociando o pagamento do restante para a próxima terça-feira, 17/7.

“As empresas efetuaram o pagamento da metade do salário hoje e ajustaram o pagamento para a próxima terça. As empresas estão buscando o reestabelecimento de fluxo de caixa suficiente para que todos os compromissos sejam quitados”, informa o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

Ainda segundo o Sinetram, durante a paralisação, dois ônibus, sendo um da empresa Via Verde e outro da empresa Eucatur foram depredados.

*Matéria atualizada às 18h02 de quinta-feira, 12/7.

As vias foram liberadas por volta das 16h30.

Foto: Reprodução/Sinetram