Sábado - Manaus - 28 de novembro de 2020 - 21:45

MANAUS-AM

Reunião do CAS analisa pauta de quase R$ 600 milhões para o Polo Industrial

A pauta contém 20 projetos industriais e de serviços, sendo 7 de implantação e 13 de ampliação, atualização ou diversificação

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 21 de outubro - 11:33

A reunião também contará com a análise de um projeto a ser implantado na área do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS)

Foto: Divulgação

O Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza, nesta quinta-feira, 22/10, às 10h30 (horário de Brasília), sua 294ª Reunião Ordinária, com o objetivo de avaliar uma pauta contendo 20 projetos industriais e de serviços, sendo 7 de implantação e 13 de ampliação, atualização ou diversificação, que totalizam investimentos previstos de R$ 587,2 milhões e a geração de 924 postos de trabalho nos três primeiros anos de funcionamento na Zona Franca de Manaus (ZFM). 

Em função dos cuidados necessários ao enfrentamento da pandemia ocasionada pela Covid-19, o evento será realizado por meio de videoconferência e poderá ser acompanhado em tempo real no canal oficial da Suframa no YouTube.

A reunião será presidida pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos da Costa, e contará com a participação do superintendente da Autarquia, Algacir Polsin, bem como de conselheiros integrantes de diversos ministérios, representantes de entidades de classe e parlamentares, entre outros.

Pauta

Entre os projetos de implantação a serem analisados, os maiores destaques são as iniciativas das empresas Ibrap Indústria Brasileira de Alumínio e Plásticos S/A, para produção de artigo de matéria plástica para apetrechamento da construção civil, esquadria de alumínio, perfil de alumínio e chapa, folha, tira, fita e película de plástico (exceto a de poliestireno expansível e a auto-adesiva), com previsão de investimentos de R$ 135,6 milhões e geração de 148 empregos; Boardtec do Brasil Ltda, para produção de placa de circuito impresso montada (uso em informática) memória RAM e Unidade de Armazenamento de Dados (SSD), com previsão de investimento de R$ 46,7 milhões e expectativa de geração de 66 postos de trabalho; e Amazonbor Polímeros da Amazônia Ltda, para fabricação de composto de borracha termoplástica (TR) em grânulos, com previsão de investimento de R$ 2,3 milhões e expectativa de geração de 19 empregos. 

"Este projeto da Amazonbor destaca-se, sobretudo, pela utilização de matéria prima regional de origem vegetal, que será a borracha natural. Já no caso do projeto da Ibrap, a previsão é de que parte da mão de obra seja proveniente de detentos reeducados em unidades instaladas dentro de presídios, que é uma política que já vem sendo adotada em outras unidades da empresa em São Paulo, Santa Catarina e Pernambuco, por exemplo", ressaltou o superintendente da Suframa, Algacir Polsin.

Outro projeto que se destaca na pauta é o de diversificação da Samsung Eletrônica da Amazônia visando à produção de fones de ouvido sem fio e com sistema inteligente de áudio e função principal de conectividade e pareamento por Wireless, com previsão de investimentos da ordem de R$ 31,6 milhões e expectativa de geração de 133 postos de trabalho.

Setor primário

A reunião também contará com a análise de um projeto a ser implantado na área do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS) visando à utilização de um Sistema Agroflorestal (SAF) composto de pau rosa, açaí e mandioca, em uma área total de 2.500 hectares, com investimento previsto de R$ 33 milhões e geração de 19 empregos diretos.