Terça-feira - Manaus - 22 de outubro de 2019 - 20:50

MANAUS-AM

Obras no Distrito Industrial começam ainda neste semestre

As ações de revitalização das vias do Distrito Industrial serão feitas por meio de recursos do Ministério do Planejamento

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 25 de janeiro

A liberação de R$ 150 milhões está garantida para a obra

Foto: Divulgação/ Semcom

Vencidos os trâmites burocráticos, a Prefeitura de Manaus se prepara para lançar, após o período de Carnaval, o edital de licitação das obras de revitalização do Distrito Industrial. Os trabalhos serão executados em três lotes, iniciando pelos serviços de recuperação da malha viária até a implantação de redes de drenagem profunda. 

Depois de meses de planejamento e desembaraço jurídico, o projeto de revitalização se prepara para entrar em nova fase. Durante reunião realizada nesta quarta-feira, dia 24/1, na sede da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), zona Centro-Sul, o vice-prefeito e secretário da pasta, Marcos Rotta, e o superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Appio Tolentino, alinharam os detalhes finais para execução das obras.

Rotta ressaltou que a orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, baseado na avaliação técnica dos engenheiros da Seminf, é para dar continuidade à revitalização do Distrito por lotes. “Há toda uma boa vontade de ambas as partes para que a gente possa discutir e eliminar percalços.  A meta é, logo após o Carnaval, lançarmos o edital de licitação para darmos ao Distrito a atenção que merece e que o prefeito vem reclamando há algum tempo”, ressaltou o vice-prefeito. 

A divisão do projeto executivo em três lotes levou em consideração toda a geografia da área do Distrito Industrial, a tipologia do solo e os problemas encontrados nas vias. Além de um melhor andamento no cronograma das obras, a medida também favorece a redução dos custos de logística, com canteiros de obras mais bem distribuídos. 

“Questões mais simples, como recapeamentos, serão executados no primeiro lote e serviços intermediários serão feitos no segundo. Já serviços mais complexos, que são em menor quantidade, podem ser solucionados no terceiro lote”, explicou o superintendente Appio Tolentino.

As ações de revitalização das vias do Distrito Industrial serão feitas por meio de recursos do Ministério do Planejamento, que destacou a liberação de R$ 150 milhões, garantidos no Tesouro Nacional. “Foi feito um grande esforço entre o poder público e a Suframa e conseguimos afinar nossas ações para que, em breve, possamos lançar esse edital e termos de volta o cartão-postal da Zona Franca de Manaus, que é o Distrito Industrial”, finalizou o superintendente.