Domingo - Manaus - 18 de agosto de 2019 - 07:45

MANAUS-AM

Governo decide aumentar policiamento na zona Leste de Manaus

A região da Rua do Fuxico receberá uma unidade móvel de monitoramento, reforço policial e instalação de uma base fixa

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 22 de janeiro

Projeto começou no Centro de Manaus

Foto: Divulgação/ Secom

O vice-governador e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, lança, nesta segunda-feira, 22/01, às 9h, um projeto de reforço de policiamento na região comercial do Fuxico, na esquina entre as Avenidas Brigadeiro Hilário Gurjão e Autaz Mirim, no Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. 

A região receberá uma unidade móvel de monitoramento, reforço das polícias Civil e Militar e a instalação de uma base fixa dos policiais da Secretaria Executivo Adjunta de Operações (SEAOP).

O projeto segue determinação do governador Amazonino Mendes de organizar as regiões comerciais da capital de forma a gerar mais segurança à população. A zona leste é a segunda a ser alcançada pela proposta que começou com o projeto Manaus Moderna, lançado em janeiro no centro histórico de Manaus. 

Com ele, mais de 300 carregadores de mercadorias e guardadores de carro foram cadastrados e passaram a compor um cadastro da SSP-AM e trabalhar com colete e identificação funcional.

Projeto Manaus Moderna - Desde novembro do ano passado, por determinação do governador Amazonino Mendes e do vice-governador e Secretário de Segurança, Bosco Saraiva, uma base fixa da Seaop foi implantada na Manaus Moderna, como parte do projeto de combate à criminalidade e reordenamento da zona comercial. Em janeiro deste ano, o projeto-piloto foi lançado com o cadastro de 450 guardadores de carros e carregadores de mercadorias da área.

Ao longo dos meses de trabalho, os policiais da Seaop efetuaram 16 prisões, em flagrante, de pessoas envolvidas em delitos e cumpriram 22 mandados de prisão de foragidos do sistema prisional recapturados na área da Manaus Moderna e Centro. Psicólogos e assistentes sociais do Departamento de Prevenção às Drogas da SSP-AM identificaram 53 pessoas com dependência química que estão sendo preparadas para serem encaminhadas para tratamento. 

Outras 67 deverão ser beneficiadas com cursos de qualificação profissional no Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).