Quinta-feira - Manaus - 16 de agosto de 2018 - 07:38

DIVERSÃO

Visita guiada à Feira de Arqueologia acontece quarta-feira no Paço da Liberdade

A visitação contará com a exposição do material arqueológico encontrado durante as obras de revitalização da avenida Eduardo Ribeiro

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 15 de mai - 15:52

O museu e o centro histórico são centros de pesquisa, preservação e apresentação de objetos, documentos e experiências

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

A visitação à Feira de Arqueologia do Paço da Liberdade, com exposição do material arqueológico encontrado durante as obras da avenida Eduardo Ribeiro, começa nesta quarta-feira, 16/05. A exposição integra a programação das atividades da 16ª Semana de Museus em Manaus iniciada na segunda-feira, 14/5, no Les Artistes Café Teatro.

De acordo com a arqueóloga Vanessa Benedito, a visitação contará com a exposição do material arqueológico encontrado durante as obras de revitalização da avenida Eduardo Ribeiro, além de imagens da atuação da equipe de arqueologia na obra, de como algumas peças foram coletadas e o tratamento que receberam.  

“A recuperação de peças históricas só é possível por conta da legislação existente de proteção ao patrimônio, que prevê a pesquisa de arqueologia antes ou durante determinadas obras, o que nos permitiu encontrar na requalificação da Eduardo Ribeiro, artigos históricos como garrafas de louça e de vidro, manilha de cerâmica, além de parafusos do antigo trilho de bonde.  É uma oportunidade de viajar no tempo”, explicou a arqueóloga.  

Já no Paço da Liberdade, o trabalho de restauração do prédio manteve boa parte das características originais do local e durante as intervenções no subsolo do prédio histórico, o Paço revelou urnas funerárias e outros fragmentos cerâmicos, onde podem ser observados de cima de um piso de vidro resistente, com iluminação especial, o que surpreende visitantes do Paço da Liberdade.

“Já moro aqui, mas não conhecia. É como pisar no chão pela primeira vez, tudo é incrível. Estou de férias e vim pra ajudar no trabalho da escola do meu filho. Gostei e quero voltar mais vezes!”, revelou a secretária Wilcelene Silva durante a visitação ao museu. 

O museu e o centro histórico são centros de pesquisa, preservação e apresentação de objetos, documentos e experiências, o que enriquece o conhecimento e a cultura da sociedade, como também um local de entretenimento, estimulando o interesse do público a frequentar esses espaços.  

Abertura

Com uma proposta diferenciada, o professor e coaching, Silvio Romano Benjamin Junior, demonstrou, na prática, a importância das relações interpessoais para a experiência vivenciada em um museu. Com o tema “O papel essencial das relações interpessoais nos museus”, a palestra ocorreu de forma interativa com o público presente.  

“Um museu será conectado com a sociedade se levar em consideração as relações interpessoais das pessoas envolvidas em seu dia a dia com os visitantes. A forma organizacional do museu dizem muito sobre ele, para quem o visita e isto é o verdadeiro valor da experiência”, afirmou o professor.  

A palestra abriu a programação das atividades da 16ª Semana de Museus em Manaus, nesta segunda-feira, 14/5, no Les Artistes Café Teatro, Centro Histórico de Manaus.

Romano propôs uma dinâmica em que o público que foi convidado a visitar e apreciar uma escultura em três momentos: sem guia, com falta de receptividade e empatia e com receptivo qualificado.  

“Achei muito importante e fiquei surpresa em perceber como as relações entre pessoas podem interferir na percepção do que é apresentado, no que conseguimos aprender da história”, afirmou a estudante do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Thalia Alves, 20. 

A Semana Nacional de Museus acontece em comemoração ao Dia Internacional de Museus, em todo o País. Em Manaus, o Paço da Liberdade participa da programação do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), até esta quinta-feira, 17/5.