Terça-feira - Manaus - 19 de junho de 2018 - 20:59

MANAUS-AM

Sistema Sepror promove quatro dias de Feirão do Pescado com preços populares

Com preços a partir de R$ 5,50, o quilo, os pontos de vendas comercializarão tambaqui, pirarucu, matrinxã, além dos pescados regionais processados em forma de filés e postas e quelônios, com autorização legal

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 6 de março - 15:22

Feirão do Pescado traz uma grande novidade neste ano, que é o Curso de Retirada de Espinhas.

Divulgação / SEPROR

De 27 (terça-feira) a 30 (sexta-feira) de março, o Sistema Sepror (Idam, Adaf, ADS e Sepror) promove mais uma edição do Feirão do Pescado Especial Semana Santa em quatro pontos estratégicos da cidade de Manaus: Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandú, 119, Cidade Nova, zona norte), Feirão Sepror (avenida Torquato Tapajós, antiga Expoagro, Novo Israel, zona norte), avenida do Samba (atrás no Sambódromo, Alvorada, zona centro-oeste) e Centro Social Urbano do Parque Dez (rua 22, 884, Parque 10, zona centro-sul).

Com preços a partir de R$ 5,50, o quilo, os pontos de vendas comercializarão tambaqui, pirarucu, matrinxã, além dos pescados regionais processados em forma de filés e postas e quelônios, com autorização legal. 

O secretário Executivo de Pesca e Aquicultura (Sepa), Geraldo Bernardino, adianta que os preços variam entre R$ 5,50 (tambaqui curumim até 1 kg) e R$ 22,90 (lombo do pirarucu salgado), valores abaixo do preço de mercado. “O objetivo é proporcionar a oportunidade da negociação diretamente com o produtor, obtendo um preço justo e um produto de qualidade indiscutível”, afirma Bernardino.

Novidade - O Feirão do Pescado traz uma grande novidade neste ano, que é o Curso de Retirada de Espinhas. “O curso é gratuito e será oferecido pelos engenheiros de pesca da Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura. As donas de casa que queiram aprender a técnica ou quem quer obter uma formação profissional na área terão uma excelente oportunidade de ingressar nesse setor que está em franco crescimento”, assegura Geraldo Bernardino. 

Peixe tratado - Além dos preços baixos e da variedade de peixes, o Feirão vai oferecer o serviço de limpeza e retirada de espinhas em todos os pontos de vendas. Os valores vão de R$ 2 para o matrinxã e R$ 3 o para o tambaqui (para retirar as vísceras e cortar em pedaços) e R$ 5 (serviço completo, incluindo a retirada de espinhas).
 
Números - De acordo com o gerente da Cadeia Produtiva de Pescado da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Tomás Sanches, aproximadamente 60 toneladas de pescado serão comercializadas nos quatro dias de Feirão, o que vai movimentar cerca de R$ 600 mil. “Diretamente, estão envolvidos 60 empreendedores, entre produtores primários e proprietários de agroindústrias, que já trazem o pescado beneficiado em forma de posta, filé, picadinho, além de 25 tratadores que fazem o serviço de limpeza do pescado. 

Novos produtores - As feiras do Sistema Sepror estão recebendo novos produtores. Para participar é necessário ir à sede da ADS na avenida Carlos Drummond de Andrade, 1.460, Bloco “G”, 3º Andar, Ulbra, conjunto Atílio Andreazza, Japiim. “Com o pré-cadastro, agendamos uma visita na propriedade, conferimos a documentação e, se estiver tudo certo, o produtor participará de um treinamento e capacitação em manipulação de alimentos e vai poder expor seus produtos em nossas feiras, tanto na Semana Santa quanto nas feiras semanais que ocorrem nos estacionamentos dos shoppings da nossa cidade”, conclui Sanches.
 
Horários - O Feirão do Pescado da Sepror Especial Semana Santa inicia no dia 27 (terça-feira), às 16h, no ponto de venda da avenida do Samba, Alvorada, zona centro-oeste. Os demais pontos vão funcionar de 28 (quarta-feira) a 30 (sexta-feira) de março, das 7h até às 21h, com exceção do dia 30, que funcionará até às 12h.

A programação completa estará disponível no site www.sepror.am.gov.br e nas redes sociais do Sistema Sepror (ADS, Adaf, Idam e Sepror)