Sábado - Manaus - 21 de julho de 2018 - 03:28

ESPORTES

Rola a bola no Brasileirão

Neste ano, a fórmula se repete: todos contra todos, em turno e returno.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 13 de abril - 13:54

Os quatro piores da Série A serão rebaixados à Segunda Divisão.

Foto: Divulgação

O Campeonato Brasileiro que começa neste final de semana certamente será diferente do que retornará no dia 18 de julho, após mais de um mês de paralisação. Em ano de Copa do Mundo, o principal torneio nacional ganha uma espécie de intertemporada capaz de reequilibrar as forças em meio à disputa.

Serão 12 rodadas até 13 de junho, data da última jornada antes de os clubes ganharem a folga forçada por causa do Mundial na Rússia, que terá início no dia seguinte. Passado o torneio da Fifa, os brasileiros voltarão à guerra em 18 de julho, uma quarta-feira. Ou seja, 34 dias de abstinência.

Das três edições de pontos corridos no atual formato disputadas em anos de Copa, apenas uma vez quem liderava a tabela antes da pausa acabou confirmando o título nacional posteriormente: em 2014, com o Cruzeiro.

A briga por um lugar na América

Neste ano, a fórmula se repete: todos contra todos, em turno e returno. Quem pontuar mais após 38 rodadas será o campeão, condição que o Corinthians buscará manter depois do troféu erguido na última temporada. Além do campeão, os três colocados subsequentes garantirão vaga diretamente na fase de grupos da Libertadores de 2019.

Já o quinto e o sexto vão para a etapa prévia da competição continental. Lembrando sempre que se os ganhadores de Copa do Brasil, Libertadores e/ou Sul-Americana estiverem também dentro desse G6, as vagas brasileiras à Libertadores vão sendo preenchidas pelos melhores colocados seguintes. Os quatro piores da Série A serão rebaixados à Segunda Divisão.

Premiação

A CBF costuma divulgar quanto vai pagar em prêmios em meados de setembro. Na última edição, o Corinthians embolsou cerca de R$ 18 milhões dos mais de R$ 63,7 milhões distribuídos aos 16 clubes que permaneceram na Série A. A expectativa é de valores próximos para esta temporada, corrigidos pela inflação, a exemplo do que ocorreu na temporada anterior. Com o índice na casa dos 2,95%, portanto, o acréscimo empurraria a bolada para aproximadamente R$ 18,5 milhões. Lembrando, para efeito de comparação, que a Copa do Brasil deste ano pagará o maior prêmio de uma competição organizada no continente: R$ 68,7 milhões.

Confira os jogos da 1ª rodada:

Cruzeiro x Grêmio

Atlético-PR x Chapecoense

América-MG x Sport

Vasco x Atlético-MG

Botafogo x Palmeiras

São Paulo x Paraná

Santos x Ceará

Corinthians x Fluminense

Internacional x Bahia

Vitória x Flamengo