Segunda-feira - Manaus - 11 de dezembro de 2017 - 16:16

MUNDO

Príncipe Harry e atriz Meghan Markle vão se casar em 2018

Este será o primeiro casamento real em sete anos e chega em um momento calmo para a Casa Real, sem escândalos e com uma aceitação entre os súditos britânicos

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 27 de novembro - 12:14

Príncipe Harry vai se casar com Meghan Markle.

Foto: Daniel LEAL-OLIVAS / AFP

Londres - O príncipe Harry da Inglaterra, de 33, e a atriz americana Meghan Markle, de 36, vão se casar na primavera (hemisfério norte) de 2018 - anunciou a Casa Real nesta segunda-feira (27), pondo fim a semanas de rumores.

"O casamento será na primavera (boreal) de 2018. Mais detalhes sobre o dia do casamento serão anunciados no devido momento", declarou a assessoria da Clarence House (o Palácio do príncipe Charles, pai do noivo), sobre o compromisso entre o quinto na linha de sucessão ao trono e a atriz.

"Sua Alteza Real e a senhorita Markle se comprometeram no início deste mês. O príncipe Harry informou Sua Majestade, a rainha, e outros membros próximos da família", acrescenta o comunicado.

Além disso, enfatiza o texto, Harry "pediu a aprovação dos pais da noiva".

A rainha Elizabeth II e seu marido, príncipe Philip, estão encantados com o anúncio do casamento, informou o Palácio de Buckingham.

"A rainha e o duque de Edimburgo estão encantados com o casal e desejam a eles toda a felicidade", afirmou um comunicado postado no Twitter.

Este será o primeiro casamento real em sete anos e chega em um momento calmo para a Casa Real, sem escândalos e com uma aceitação entre os súditos britânicos.

O casal receberá a imprensa ainda esta segunda em Londres, no Palácio de Kensington.

Harry é o segundo filho do príncipe Charles com a falecida princesa Diana.

- Uma americana na Casa Real -

O príncipe serviu no Exército, na guerra do Afeganistão, e o anúncio de seu casamento é o ponto alto de sua chegada à maturidade, depois de infância e adolescência marcadas pela morte trágica de sua mãe e por alguns episódios de rebeldia.

Divorciada de seu primeiro marido, a atriz encarnou uma advogada na série de televisão "Suits".

Há um ano, sua relação com o príncipe ficou conhecida e, uma semana depois, foi praticamente oficializada com um comunicado da Casa Real, expressando seu descontentamento pelo "sexismo e racismo" contra a atriz nas redes sociais e o assédio à atriz por parte da imprensa.

O "crime" da atriz, que é conhecida por sua independência e defesa do feminismo, foi ter tirado a camisola em uma cena do seriado, que acabou indo parar em um site de vídeos pornô.

O jornal The Sun, o mais popular do país, deu a manchete em sua capa: "A amiga de Harry no Pornhub", a plataforma de vídeos para adultos.

Os pais da noiva, Thomas Markle e Doria Raglanda, tornaram público um comunicado expressando sua alegria pelo enlace.

"Estamos incrivelmente felizes por Meghan e Harry. Nossa filha sempre foi uma pessoa amável e carinhosa. Vê-la unida a Harry, que compartilha das mesmas qualidades, é uma fonte de alegria para nós enquanto pais", escreveram.

"Desejamos a eles uma vida de felicidade e estamos muito contentes por seu futuro compartilhado", concluíram.

O irmão de Harry, William, e sua esposa Catherine, duquesa de Cambridge, que protagonizaram em 2011 o último grande casamento real, também deram sua bênção à noiva.

"Estamos muito contentes por Harry e Meghan. Foi maravilhoso conhecê-la e ver como ela e Harry são felizes", afirmou o casal real.

A primeira-ministra Theresa May também manifestou "sua mais afetuosa felicitação aos noivos".

"É um momento de grande celebração e alegria para duas pessoas apaixonadas e, em meu nome, do governo e do país, quero desejar a eles muita felicidade no futuro", afirmou May.

FONTE: Agence France Presse