Segunda-feira - Manaus - 11 de dezembro de 2017 - 16:17

MANAUS-AM

No Amazonas, Governo promete programação extensa para a segurança até o Carnaval

Na operação de fortalecimento da presença policial nas ruas, bares foram fechados por falta de alvará e, em um deles, no bairro Santa Etelvina, máquinas caça-níqueis foram apreendidas

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 4 de dezembro - 11:28

Na noite de sábado, foram realizadas blitz da Polícia Civil.

Foto: Roberto Carlos/ Secom

Manaus - A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) está intensificando as operações integradas aos fins de semana e terá extensa agenda até o Carnaval de 2018, afirmou o vice-governador e Secretário de Segurança, Bosco Saraiva. Na noite de sábado (2/12), ele percorreu bairros das zonas norte e oeste acompanhando blitze da Polícia Civil.

Um efetivo de mais de 60 policiais civis fez incursões em bairros e comunidades da zona norte de Manaus, como Monte das Oliveiras, Santa Etelvina, Residencial Viver Melhor, Parque São Pedro e o bairro da Compensa, na zona oeste da capital. Na operação de fortalecimento da presença policial nas ruas, bares foram fechados por falta de alvará e, em um deles, no bairro Santa Etelvina, máquinas caça-níqueis foram apreendidas.

Acompanhado da cúpula do sistema de segurança, Bosco Saraiva disse que as operações fazem parte da política de segurança pública do governo Amazonino Mendes e que está trazendo de volta a sensação de segurança para a população. “Essa é mais uma operação de rotina que está dando apoio a várias outras que estão ocorrendo na cidade, durante todo o final de semana. As ruas estão tomadas pela ação do Estado. Quem manda na rua é o governo e não o crime organizado. Nós temos uma programação extensa para cumprir até o Carnaval. Estamos trabalhando para cuidar da população”, destacou Saraiva.

O vice-governador visitou a unidade móvel de monitoramento que está instalada no residencial Viver Melhor, em novembro. O equipamento possui 13 câmeras que são interligadas com o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado no bairro Aleixo, zona centro-sul de Manaus, que podem acionar, em tempo real, policiais em caso de alguma ocorrência. Uma das câmeras possui visão 360 graus, além de visão noturna.

O Delegado Geral da Polícia Civil, Mariolino Brito, destacou que os setores de inteligência da Secretaria de Segurança realizam um mapeamento dos lugares onde as ocorrências são mais recorrentes e, após essa análise, as forças de segurança planejam o itinerário das operações. “O nosso objetivo é melhorar a segurança pública de todo o Estado e fazer com que as pessoas sintam-se seguras no seu direito de ir e vir”, disse.

Participaram desta operação, policiais civis lotados no gabinete do delegado-geral, o Departamento de Polícia Metropolitana  (DPM), o Departamento de Polícia do Interior (DPI), o Departamento de Repressão ao Crime Organizado  (DRCO), o Departamento de Investigação sobre Narcóticos  (Denarc), as Delegacias Especializadas em Homicídios e Sequestros  (DEHS), em Meio Ambiente e Urbanismo  (Dema), em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), o 6°, o 15°, o 18°, o 20° e o 26° Distritos Integrados de Polícia  (DIPs), e policiais do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

O secretário executivo adjunta de Inteligência (Seai), Herbert Ferreira Lopes, também participou da operação, junto do secretário executivo adjunto de Operações (Seaop), Orlando Amaral, acompanhado de outros delegados da secretária dele.

O ajudante de pedreiro Thiago Moura, 19, foi abordado pela operação quando estava voltando para casa em numa invasão próximo ao residencial Viver Melhor. O jovem disse que, apesar de ter sido revistado pelos policiais civis, não ficou chateado, mas agradecido pela presença da polícia. “Cheguei agora do trabalho e é muito bom ver a polícia nas ruas. Agradeço muito o trabalho de vocês”, disse Moura.

O subcomdante geral da PM, coronel Álvaro Cavalcante, também esteve com o secretário durante a operação. Ele ressaltou que a Polícia Militar está realizando, durante todo o final de semana, a operação ‘Águia’, em Manaus, além do reforço no policiamento no município de Manacapuru, durante o Festival de Cirandas. Mais de mil policiais, além dos lotados nas duas cidades, estão atuando nas duas operações.

“Estamos atuando em todas as zonas da cidade com barreiras itinerantes visando abordar pessoas, revistar veículos e verificar se estão com algum material proibido como entorpecentes e armas. Além disso, estamos no Festival para que a população possa se divertir com tranquilidade e segurança”, acrescentou.

Operações
Desde o dia 6 de novembro, a SSP-AM reforçou o policiamento ostensivo nas principais áreas comerciais, bancárias e proximidades de shopping centers da capital de toda a cidade por meio da operação ‘Natal Seguro’. No centro da cidade, há uma Delegacia Móvel que conta com delegado, investigador, escrivão e uma cela.

No dia 22 de novembro, a SSP também otimizou a segurança para as mais de 700 empresas de produtos e serviços do conjunto Vieiralves, zona centro-sul da cidade, onde há um forte comércio, com viaturas e duplas ‘Cosme e Damião’.

Nas zonas Leste e Oeste foram instaladas unidades móveis de monitoramento que atuam 24h por dia, interligadas com o Centro Integrado de Comendo e Controle (CICC). Na última quarta-feira (30) teve início a operação ‘Fecha Quartel’ com o objetivo de reforçar o policiamento ostensivo nas áreas bancárias em razão do pagamento e do volume de pessoas que circulam nos principais corredores viários e comerciais.

FONTE: Secretaria de Estado de Segurança Pública