Sexta-feira - Manaus - 21 de setembro de 2018 - 20:04

DIVERSÃO

Netflix: dez produções brasileiras estreiam na plataforma em abril

Primeira produção totalmente brasileira, "3%" ganha novos episódios neste mês

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 16 de abril - 13:24

Plataforma tem dado cada vez mais espaço a produções brasileiras

Foto: Divulgação

A segunda temporada de "3%" não é a única produção brasileira a ficar disponível na Netflix neste mês de abril. Junto com a primeira série original da plataforma no Brasil, chegarão outras produções 100% nacionais ao catálogo, do infantil ao documentário, do drama à comédia romântica.

Nesta sexta-feira (19), estreia "Todas As Razões Para Esquecer". O longa mostra os dilemas do jovem Antônio (Johnny Massaro) ao tentar superar o término do seu relacionamento. No dia seguinte, será a vez de "Menina Índigo", com Murilo Rosa e Fernanda Machado, ficar disponível. Na produção, um pai se reaproxima da filha depois que a menina apresenta dons artísticos e até poderes de cura.

Outro título é o documentário "Barão Vermelho - Por Que a Gente É Assim?". Com direção de Mini Kerti, apresenta uma cinebiografia da banda carioca. Estrelada por Kéfera e Cássio Gabus Mendes, "Gosto Se Discute" entrou em streaming no último dia 5 . A YouTuber é uma auditora que ajuda a dar novos rumos ao restaurante de um chef prestes a falir.

Para as crianças, seis diferentes programas brasileiros chegam à Netflix em abril. Estrearam na primeira semana do mês, "O Menino Maluquinho: O Filme", "A Turma do Seu Lobato - Vol. 3 - Em Novas Aventuras" e "Atchim e Espirro: Carnaval da Alegria". "Grandes Pequeninos" e a primeira temporada de "O Diário de Mika" também já chegaram à plataforma. "Peixonauta: O Filme" estreia no dia 25 de abril.

Fechando o mês com conteúdo brasileiro, chegará, no dia 27, "3%". A série se passa em um mundo onde a maior parte da população vive no "Lado de Cá": um lugar decadente, miserável, corrupto. Quando atingem 20 anos de idade, as pessoas passam pelo "Processo", a única chance de chegar ao "Maralto" - o melhor lugar, com oportunidades e promessas de uma vida digna. Apenas três por cento dos candidatos são aprovados pelo Processo que testará seus limites, colocando-os em situações perigosas aterradoras e examinando suas convicções por meio de dilemas morais.