Sexta-feira - Manaus - 19 de janeiro de 2018 - 03:01

MANAUS-AM

Força-tarefa investiga chacina no bairro Compensa, em Manaus

Três veículos utilizados no crime foram encontrados pelas forças policiais durante a madrugada desta quarta-feira

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 14 de dezembro

As tropas da PMAM, do Choque, Rocam, Força Tática e a de Policiamento Especializado foram postas nas ruas.

Foto: Reprodução

Manaus - A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) criou, na tarde desta quarta-feira (13/12), uma força-tarefa para investigar os homicídios no bairro Compensa, zona oeste de Manaus, na noite de terça-feira (12/12), quando jogadores do time T5 Jamaica foram alvos de tiros. O clube é mantido por membros de uma organização criminosa e as investigações apuram se as mortes decorrem de um racha interno do grupo, de uma disputa entre facções rivais pelo controle do tráfico de drogas ou de retaliações por outros homicídios praticados na cidade, durante a semana, que possuem características de execução.

O vice-governador e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, determinou o reforço no policiamento em Manaus, com emprego de tropas aquarteladas, após os homicídios. As tropas da PMAM, do Choque, Rocam, Força Tática e a de Policiamento Especializado foram postas nas ruas desde a madrugada. A Polícia Civil também colocou em campo o Caveirão e o veículo operacional blindado do Grupo Fera, para fazer o monitoramento, especialmente, na região oeste da capital.

A força-tarefa da SSP-AM envolve a Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e a Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia de Homicídios e Sequestros, Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV). As informações serão concentradas na Delegacia de Homicídios.

Três veículos utilizados no crime foram encontrados pelas forças policiais durante a madrugada desta quarta-feira. Uma Picape S10 prata, roubada de Fortaleza (CE), e uma picape preta, que foi furtada na noite de quarta-feira em Manaus. Outro veículo, modelo Gol, está sendo periciado.

Algumas vítimas já foram ouvidas, após a liberação médica. A Polícia Civil está procurando por pessoas feridas que deram entrada em hospitais, mas que fugiram sem registrar nomes com a chegada de policiais. “Várias pessoas foram atendidas nas unidades de saúde e depois fugiram, muitos traficantes que temiam ser presos. Tanto é verdade que identificamos um deles, que tinha um mandado em aberto por homicídio e que fugiu do SPA. Encontramos ele, pela manhã, escondido em uma casa na Compensa”, ressaltou o titular da delegacia de homicídios, Juan Valério.

O preso foi Janson da Costa Pimenta, 29, conhecido como ‘Jabá’, e que possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio, foi ouvido, será medicado e, posteriormente, encaminhado ao sistema prisional. Entre as seis vítimas fatais, Michael de Sena Passos, 33, era condenado pelos crimes de roubo e tráfico de drogas e estava cumprindo pena em regime aberto.

Algumas vítimas serão ouvidas pela polícia assim que receberem alta hospitalar, disse o delegado Juan Valério. “Ouvimos informalmente alguns deles e os relatos sobre o crime indicam que um grupo entre quatro e seis pessoas chegou encapuzado em carros e motos, gritando e atirando. Eles estavam treinando no campo do CSU da Compensa e esse time é, conhecidamente, mantido pelo tráfico”, pontuou.

Perícia - A perícia criminal na região dos homicídios começou ainda na noite de terça-feira. O Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) esteve no local para coleta de provas. Os peritos recolheram diversos fragmentos de projéteis para análise no laboratório de balística com o objetivo de identificar o calibre e a arma da qual eles foram expelidos. Até o momento, há a confirmação da utilização de um fuzil 556.

Na tarde desta quarta-feira, as equipes começaram a periciar os carros encontrados pela polícia e que foram utilizados pelos criminosos. Essa análise busca impressões digitais e materiais biológicos que possam auxiliar a investigação e identificar possíveis autores, explicou o diretor do DPTC, perito Jefferson Mendes. As análises devem ser concluídas em 30 dias.

IML - Os corpos das seis vítimas dos homicídios foram liberados para as famílias ao longo da tarde do Instituto Médico Legal (IML). Morreram em decorrência da ação criminosa David Costa da Silva, 27; Ronaldo de Oliveira Souza, 23; Michel de Sena Passos, 33; Edilson Xavier Diniz Júnior, 24; José Diego Sena Serrão, 17; Rodrigo de Oliveira Souza, 24.

Atendimentos - Nove pessoas tiveram ferimentos em decorrência dos tiros e receberam atendimento no SPA Joventina Dias e no Hospital e Pronto Socorro 28 de agosto, segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Cinco foram liberadas, ainda pela manhã. Duas pessoas fugiram de unidades de saúde e duas pessoas estão internadas no 28 de Agosto, sendo uma em estado grave. Segue internado, em estado gravíssimo, o adolescente R.B.D.S., 16, que tem passagens pela Delegacia Especializada em Atos Infracionais (Deai) por atos infracionais análogos aos crimes de homicídios tentado e tráfico de drogas.

O adolescente J.D.S.B., 17, está internado em observação no Pronto Socorro 28 de Agosto, possui registro criminal por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de uso restrito, com passagem pela Deai.

Vítimas atendidas que tiveram alta entre o dia 12/12 e 13/12
Fonte: Secretaria de Estado de Saúde (SUSAM)

- Fabiano de Freitas, 37 anos;
- Rodrigo de Souza Ferreira de Oliveira;
- Jander Almeida;
- Kennedy Andrade Alves, 30 anos;
- No SPA do Joventina Dias, duas pessoas foram atendidas com ferimentos leves e deixaram a unidade sem se identificar.

FONTE: Secretaria de Estado de Comunicação