Segunda-feira - Manaus - 11 de dezembro de 2017 - 16:13

MANAUS-AM

Ataques de morcegos já mataram duas crianças no Amazonas

Ambas eram moradoras de Barcelos, no interior do Estado e acabaram contraindo raiva após serem mordidas

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 4 de dezembro - 16:46

A última vítima morreu no sábado, dia 2 de dezembro, no hospital

Foto: Divulgação

Uma menina de 10 anos que estava internada em Manaus com quadro de encefalite viral, após ser atacada por morcegos, morreu. A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) informou que a criança teve o diagnóstico de raiva humana confirmado e morreu duas semanas após o irmão, pela mesma doença.

No dia 22 de novembro, a garota havia iniciado um tratamento experimental Fundação de Medicina Tropical (FMT), em Manaus, com o uso de antivirais, autorizado pelo Ministério da Saúde. No entanto, segundo a equipe médica da FMT, as chances de sobrevivência da garota eram mínimas.

De acordo com os médicos, a menina apresentou na manhã de sábado, 2, instabilidade hemodinâmica com parada cardio-respiratória.

A suspeita de raiva humana foi levantada por conta do histórico dos pacientes com mordida de morcego. Familiares relataram que os irmãos haviam sido atacados pelo animal na comunidade Tapira, no Rio Unini, zona rural de Barcelos, onde residiam.

Equipes da Secretaria de Saúde de Barcelos estão na região do Unini para realizar vacinação nas pessoas feridas por morcegos nos últimos doze meses. Um grupo da FVS-AM também esteve no local e capturou morcegos hematófagos da espécie Desmodus rotundu. Os animais foram coletados em todas as comunidades que tiveram ocorrências de mordidas.